Vou te contar agora quais são as DUAS ILUSÕES que impedem os brasileiros de aprender inglês. Entretanto, vamos antes fazer uma rápida reflexão sobre o INÍCIO do seu aprendizado.

Os primeiros SEIS MESES de treinamento são FUNDAMENTAIS no seu processo de aprendizado. Mas por quê? Porque agora você vai ter que SAIR DA SUA ZONA DE CONFORTO, e a primeira coisa a descobrir é se o inglês é REALMENTE uma PRIORIDADE pra você, pois se ele não for, você já vai começar em enorme desvantagem. Apenas as suas prioridades te fazem sair da sua zona de conforto. Se você ainda tem qualquer tênue dúvida sobre se o inglês é uma prioridade na sua vida, por favor assista ao vídeo abaixo.

Agora vamos à primeira – e mais séria – das duas ilusões, shall we?

ILUSÃO #1:

Toda a minha abordagem de ensino vai contra aquele antigo paradigma, aquela antiga mentalidade que acha que “estudar” inglês apenas duas vezes por semana vai dar certo. Essa ilusão é a MAIOR BARREIRA para o aprendizado do inglês ou de QUALQUER língua.

Partindo da premissa que para adquirir esse novo TALENTO (aprender a falar uma segunda língua) temos que praticar DIARIAMENTE, então pra quem não pode sair do Brasil pra aprender inglês, a pergunta CRUCIAL – e menos respondida de todas é:

Como aprender inglês por conta própria, bem mais rápido que nos cursinhos tradicionais, sem ter ninguém pra conversar em inglês comigo e também aprender de forma AGRADÁVEL, SIMPLES, BARATA e sem que a ideia de DESISTIR JAMAIS passe – mesmo que remotamente – pela minha cabeça?

Essa é a “pergunta de um milhão de dólares”! É a pergunta que não quer calar. E a grande maioria dos próprios ALUNOS de inglês ainda não conseguiu abrir os olhos para essa questão. Responder ESSA pergunta é o foco deste artigo.

Hoje em dia, o que não falta são sites onde você pode encontrar todo tipo de material em ÁUDIO, VÍDEO e em TEXTO para usar no seu aprendizado. Os professores/instrutores/tutores de inglês no Brasil disponibilizam excelentes conteúdos sobre como aprender inglês em casa sozinho usando a internet e também usando os seus filmes e seriados favoritos, e ensinam também onde encontrar esses materiais, mas depois que você conseguir isso tudo, como você vai fazer pra se MANTER EMPOLGADO e ir até o fim da pista, até a fluência e à proficiência sem desistir depois de uns poucos meses?

Adotar/adquirir um hábito novo pode ser desgastante no início. A menos que a pessoa seja muito apta a mudanças, ela pode sentir desânimo, e é exatamente aí que muitas pessoas desistem. Insistem por uns três meses, mas depois simplesmente pensam: “isso não é para mim”. Depois voltam para sua zona de conforto. O cérebro demora a absorver e interiorizar algo como sendo parte da sua vida e é por isso que temos que treinar TODO DIA especialmente no INÍCIO. Então, como fazer para NÃO DESANIMAR? A resposta é tão simples que chega a incomodar: DIVERSÃO!

Se você não conseguir se deliciar com o seu aprendizado da mesma forma que uma criança se delicia com um desenho animado, um livrinho colorido, ou um brinquedo novo, você estará fadado a desistir em pouco tempo. Mas como fazer pra se deliciar com o seu processo de aprendizagem de inglês?
Você tem que buscar materiais cujos tópicos/assuntos sejam:

  1. EXTREMAMENTE INTERESSANTES para você e/ou para a sua profissão;
  2. POLÊMICOS;
  3. E/ou te causem reações EMOCIONAIS.

E isso tudo INDEPENDENTEMENTE da natureza do material a ser utilizado. Você pode usar material sério e produtivo, mas também pode usar material considerado fútil, que o linguista americano Stephen Krashen chamou de “junk reading” (“leitura de porcaria”), mas que pode ser aplicado também a materiais em vídeo ou áudio. Praticar com um show de ‘stand-up comedy’ ou com uma fofoca no YouTube sobre uma celebridade qualquer vai ajudar no início do seu treinamento tanto quanto assistir ao filme “O mercador de Veneza” (baseado no livro de Shakespeare) ou ouvir um podcast sobre engenharia social, educação alimentar, ou psiquiatria. Literalmente VALE TUDO!

O que importa mesmo é praticar TODO DIA! E para conseguir praticar todo dia sem se entediar ou desanimar, você tem que se DIVERTIR durante o processo. Então você tem que ser muito cuidadoso ao escolher o material com o qual vai praticar no seu dia-a-dia.

Quanto maior o seu INTERESSE pelo assunto; ou quanto mais POLÊMICO for o assunto; ou quanto mais EMOCIONAL for a sua reação ao assunto do material que você usa pra treinar inglês, maior a sua chance de se prender e se dedicar mais a ele e também de lembrar mais facilmente o novo vocabulário ao qual se expõe diariamente.

ILUSÃO #2:

Para terminar, eu gostaria de chamar a sua atenção para outra grande ilusão: é preciso praticar a FALA para aprender inglês.

ERRADO! Quando bebê, antes de começar a falar português, você passou mais de um ano apenas OUVINDO português. Então não tem cabimento tentar aprender uma segunda língua de forma diferente.

Parte dessa segunda ilusão é achar que para praticar a fala, você precisa de OUTRA PESSOA. ERRADO novamente! “Aula” de conversação só funciona pra quem já domina o inglês e se os participantes da aula forem TODOS PROFICIENTES na língua. Para o iniciante, é só perda de tempo e de dinheiro.

Só ou acompanhado/a, TODA VEZ que você se expressa oralmente em inglês, você está praticando a fala.
Você pratica a FALA:

  • Ao ler um texto em voz alta;
  • Ao falar SOZINHO/A dentro de casa;
  • Ao repetir em voz alta o que ouve em um áudio ou em um vídeo;
  • Ao cantarolar (corretamente) a letra de uma música, mesmo que baixinho.

Na hora de realmente conversar em inglês com alguém, TODAS as atividades acima vão te treinar e te ajudar a repetir frases prontas e expressões adquiridas quando você estava praticando sozinho/a.

Aqui está a série de vídeos que explica em detalhes TODO o processo:

Espero ter esclarecido as suas dúvidas. Qualquer pergunta, basta escrever aqui em baixo na seção de comentários que eu respondo. Aproveita e também me diga sobre qual assunto você gostaria que eu elaborasse aqui no nosso blog. Fique à vontade.

Um forte abraço e até breve,
Lee